Desempregada tem auxílio negado e descobre ocupar cargo de ‘presidenta da República’

Informação consta na Carteira de Trabalho Digital, que também aponta um segundo emprego em aberto para a capixaba. Último contrato de trabalho foi encerrado em agosto do ano passado.

 

Desempregada e moradora de uma casa simples em Jabaeté, na periferia de Vila Velha, no Espírito Santo, a estudante Adeyula Barbosa, de 31 anos, teve o pedido de auxílio emergencial negado após a Carteira de Trabalho Digital apontar que ela tem dois empregos em aberto. Não bastasse a surpresa, em um dos contratos, a capixaba descobriu que ocupa o cargo de “presidente da República” pela Secretaria de Estado da Educação (Sedu).

Leave a Reply